20 setembro 2018

O antes e o depois da passagem do furacão Florence

A destruição provocada por mais um furacão está bem patente nas imagens do antes e depois da passagem do Florence pela costa Leste dos Estados Unidos da América.

A ver com atenção no seguinte link.

26 junho 2018

Lisboa entre as cidades mais caras

Num estudo elaborado pela consultora Mercer, Lisboa subiu 44 posições, sendo, neste momento, a 93.ª cidade mais cara para se viver no mundo. O estudo avalia os seguintes critérios: habitação, restauração e combustíveis.

Fonte: publico.pt

14 novembro 2017

Seca em Portugal - IPMA





O mês de outubro de 2017 em Portugal Continental foi extremamente seco e excecionalmente quente. 

Este foi o mês de outubro mais quente dos últimos 87 anos (desde 1931), com o valor médio da temperatura média do ar cerca de 3 °C acima do valor normal.

O valor médio da temperatura máxima do ar foi o mais alto desde 1931, cerca de 5 °C acima do valor normal. O valor médio da temperatura mínima do ar foi superior ao normal em cerca de 1°C.

De realçar a ocorrência de novos máximos (recordes) de temperatura máxima e mínima para o mês de outubro, com especial destaque para o dia 15 (o mais quente do mês). Em grande parte do território foram registados dias quentes (temperatura máxima ≥ 30 °C), muito quentes (temperatura máxima ≥ 35 °C) e noites tropicais (temperatura mínima ≥ 20 °C), no período de 1 a 15 de outubro; de 24 a 29 de outubro ocorreram dias quentes (temperatura máxima ≥ 30 °C). 

Ocorreram 2 ondas de calor, de 1 a 16 e de 23 a 30 de outubro, que abrangeram grande parte do território do continente, com exceção das regiões do litoral. A primeira onda de calor teve uma duração máxima de 15/16 dias e está entre as mais longas para o mês de outubro.

Em relação à precipitação o mês de outubro classificou-se como extremamente seco, com um valor médio de precipitação em Portugal continental que corresponde a 30 % do valor normal. Este mês foi o mais seco dos últimos 20 anos. 

A conjugação da persistência de valores de precipitação muito inferiores ao normal e de valores de temperatura muito acima do normal, em particular da temperatura máxima, teve como consequência a ocorrência de valores altos de evapotranspiração e valores significativos de défice de humidade do solo. 

De acordo com o índice meteorológico de seca - PDSI, no final do mês de outubro, todo o território de Portugal continental encontra-se em situação de seca severa (24.8 %) e extrema (75.2 %). 

Em situações de seca anteriores verificou-se no início do outono um significativo desagravamento da severidade (classes severa e extrema).Pelo contrário, na atual situação verificou-se em igual período um agravamento das classes de maior severidade.

Fonte: IPMA

20 setembro 2017

Majid Adin

A vida do iraniano Majid Adin mudou radicalmente quando teve que fugir do seu país de origem para a Europa. Passou seis meses na "selva" (campo de refugiados) de Calais (França) onde vivia com mais de 8000 refugiados.

Passados alguns meses, a sua sorte mudou e recebeu asilo na Grã-Bretanha onde ganhou um concurso para realizar um vídeo para uma música de Elton John, "Rocket Man".

Como poderão ver, o vídeo retrata de forma exemplar uma história de aventura, solidão e esperança.



29 agosto 2017

Alentejo vai ter a maior central de energia solar da Europa

Megacentral de €240 milhões em Ourique, revela o semanário Expresso hoje. Projeto para o concelho alentejano iguala a maior central solar da Europa mas produzirá ainda mais energia.

O projeto é da empresa portuguesa ISDC — International Solar Development Corporation e já deu entrada na Agência Portuguesa do Ambiente (APA), revela hoje o semanário Expresso. Esta será a maior central solar em Portugal e igualará a potência da maior central da Europa, instalada em França. Mas a unidade de Ourique deverá produzir mais, pois terá uma irradiação solar mais alta que a da sua congénere francesa. A energia a produzir em Ourique cobrirá o consumo elétrico de 200 mil famílias.

Fonte: Expresso

28 agosto 2017

Furacão Harvey

Os EUA são frequentemente afetados por furacões e tempestades tropicais. A proximidade do Golfo do México ajuda a explicar essa frequência.
Imagem de satélite que mostra o furacão Harvey a atingir o Texas


Os níveis de precipitação decorrentes da passagem do furacão Harvey
A subida dos rios no estado do Texas

Fonte: NYTimes

04 agosto 2017

Ilha dos Faisões

A geopolítica internacional continua efervescente, no entanto, ainda vão surgindo bons exemplos, como acontece com a ilha dos Faisões. Este pequeno território é partilhado por Espanha e França. Podem ler mais sobre esta notícia, aqui.

26 julho 2017

Já jogaste o GeoGuessr?

Neste jogo de localização absoluta podes mostrar os teus conhecimentos ao nível de História, Desporto, aliando sempre a componente geográfica.

Mostra os teus conhecimentos nas diferentes categorias e desafia os teus amigos neste jogo muito divertido.

Para jogares clica aqui.

25 julho 2017

Proposta de Leitura

Para este verão nada melhor do que percebermos a política internacional através de dez mapas analisados pelo autor Tim Marshall.

A ler e ver com atenção...

20 julho 2017

O envelhecimento ativo no Japão

No Japão, que ganha aos pontos aos europeus em matéria de envelhecimento da população, foi proposta uma nova idade de reforma: 75 anos! Os seus defensores dizem que o grupo etário 65-74 anos deve ser considerado pré-idoso para ajudar a capacitar os que queiram trabalhar ou fazer voluntariado.
Fonte: expresso

Podem ver esta notícia com mais atenção no site do The Guardian: aqui.

"Agora é o tempo da tristeza"

O jornal "Expresso" publicou um documentário, onde podemos ver a calamidade que se viveu em Pedrógão Grande.

14 julho 2017

Antártida e o seu Iceberg

Algumas curiosidades sobre o iceberg:
- é do tamanho de 1/4 do País de Gales
- tem quatro vezes a área da Grande Londres e o mesmo tamanho do condado de Devon
- é duas vezes maior do que o Luxemburgo
- tem a área de Maiorca (sim, a das férias do nosso Primeiro)
- é do tamanho do estado norte-americano de Delaware
- tem uma área superior à da Ilha do Príncipe Eduardo, no Canadá, e o mesmo volume do lago Erie
- os australianos garantem que é quase tão grande como o Território da Capital Australiana
- para os franceses, é 60 vezes maior do que Paris

- aproximadamente do tamanho da ilha de Bali
Fonte: expresso





10 julho 2017

Portugal teve a segunda taxa de natalidade mais baixa da UE em 2016

A notícia já não surpreende, dado que os valores da natalidade têm vindo a descer sucessivamente ao longo dos últimos anos. Se a crise económica permite explicar em grande medida a decisão das famílias, hoje, percebemos que esta não é a única razão, é mais uma. O estudo da demografia é essencial, dado que ao comportamento das diferentes variáveis demográficas têm inúmeras consequências quer para a sociedade, mas mais especificamente para a economia.

Desta forma, é fundamental que Estado, mas também administrações locais desenvolvam de uma forma articulada políticas que permitam o crescimento da natalidade.

Podem ver a notícia no público no seguinte link:
https://www.publico.pt/2017/07/10/sociedade/noticia/portugal-teve-a-segunda-taxa-de-natalidade-mais-baixa-da-ue-em-2016-1778560

07 julho 2017

Seca afeta 80% do território Português

O IPMA lançou um relatório onde refere que Junho foi um mês muito quente e seco o que se traduziu numa diminuição acentuada dos níveis da água nas albufeiras.

O mês de junho de 2017 em Portugal continental foi extremamente quente e seco. Este foi o 3º mês de junho mais quente desde 1931, depois de 2004 (23.25°C) e 2005 (22.81°C). O valor médio da temperatura média do ar foi de 22.34°C, +2.92 °C acima do valor normal.
O valor médio da temperatura máxima do ar, 29.57°C, foi o 3º mais alto desde 1931, com uma anomalia de +4.21°C, tendo o maior valor médio da temperatura máxima (30.14 °C) ocorrido em 2004.
O valor médio da temperatura mínima do ar, 15.10°C, foi o 4º mais alto desde 1931 (valor mais alto em 2004, 16.36 °C), com uma anomalia de +1.61°C.
Ao longo do mês observaram-se valores altos da temperatura máxima, muito superiores aos valores normais para este mês, devido a uma massa de ar muito quente e seco, em particular a partir do dia 7 e com destaque para o período de 16 a 19 de junho. Em Portugal continental, o dia 17 de junho foi o mais quente, com 29.4 °C de temperatura média (+10.0°C em relação ao normal); 39.12°C de temperatura máxima (+13.8°C em relação ao normal) e 19.7°C de temperatura mínima (+6.2°C em relação ao normal).
No período de 16 a 19, observaram-se em mais de 90 % das estações meteorológicas valores de temperatura máxima superiores a 30°C (dias quentes). No dia 17 cerca de 50% das estações meteorológicas registaram valores de temperatura máxima superiores a 40°C (dias extremamente quentes).
Nos dias 17, 18 e 19 mais de 50% das estações meteorológicas registaram valores de temperatura mínima do ar igual ou superior a 20°C (noites tropicais).
Ocorreu uma onda de calor no período de 7 a 24 junho 2017 com duração de 17/18 dias nas regiões do interior Norte e Centro (9 estações) e 11/12 dias nas regiões do interior. Grande parte das regiões do litoral não esteve em onda de calor.
Em relação à precipitação o mês de junho classificou-se como muito seco, com um valor médio de precipitação em Portugal continental de 9.6 mm, o que corresponde a 30% do valor médio.
De acordo com o índice meteorológico de seca - PDSI, no final do mês de junho mantém-se a situação de seca meteorológica em quase todo o território de Portugal continental, verificando-se, em relação a 31 de maio, um agravamento da intensidade da seca. No final deste mês cerca de 80 % do território estava em seca severa (72.3 %) e extrema (7.3 %).
Fonte: Ipma.pt


05 julho 2017

Parque Fotovoltaico Flutuante EDP - Vídeo


Fonte: EDP

Painéis Fotovoltaicos Flutuantes

As fontes de energia e a sua produção continuam a estar na ordem do dia. Durante este ano a EDP lançou um novo projeto de produção de energias renováveis. Desta vez, o projeto passa pela energia solar fotovoltaica. A novidade passa pela sua localização, dado que os paineis serão colocados numa albufeira.

A opção recaiu pelo distrito de Vila Real, na região de Trás-os-Montes, mais especificamente na albufeira do Alto Rabagão.

A diversificação energética é essencial quer em termos ambientais quer económicos. Diminuir a dependência de combustíveis fósseis é essencial para o ambiente, mas também importante para a nossa economia, ainda muito dependente das energias tradicionais.


Podes ler mais informações nos seguintes links:


05 abril 2017

Atlas Internacional das Nuvens

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) editou durante o mês de março no âmbito do Dia Meteorológico Mundial - dia 23 de março, o novo Atlas Internacional das Nuvens.
Este Atlas constitui uma referência mundial para observação e identificação de nuvens, que são parte essencial do clima, do sistema climático e do ciclo hidrológico da água.


Dia da Ciência no Laboratório de Físico-Química

Dia da Ciência. ... no laboratório de Física e Química 

Hoje foi dia de todos mostrarem o Físico e Químico que há  em cada um dos alunos.











20 março 2017

CERN Masterclass


Os alunos Bernardo Braun e Gustavo Torres, do 12°ano participara na atividade CERN Masterclass, na Faculdade de Ciências.
A atividade consistia em uma palestra, uma prova a realizar pelos estudantes, uma video-conferência com o CERN e no final um Quis.

 







13 março 2017

Documentário - A Falha de Santo André

A Falha de Santo André localiza-se nos Estados Unidos da América, mais especificamente no estado da Califórnia. O canal de televisão PBS (pbs.org) realizou uma série de episódios sobre a origem dos Estados Unidos e num deles retrata a falha geológica com um comprimento de aproximadamente 1300 km. A falha marca um limite transformante entre a Placa do Pacífico e a Placa norte-americana. A ver...

link: http://www.pbs.org/video/2365598165/

07 março 2017

Olimpíadas de Física (Fase de Escola)


Apurados:
Escalão B (11.º ano)
Gabriela Pinheiro 11.º A
Pedro Gaspar 11.º A
Rita Silva 11.º C
Escalão A (9.º ano)
Hugo Gomes 9.º A
Pedro Silva 9.º C
Sofia Braun 9.º C


Parabéns a todos os participantes https://ci6.googleusercontent.com/proxy/VG_x2_neQ1CePmgJMSQBVDrP3fpgLXjOtAzVMXEItVwmYUBwgVLQ9X-KXsmCCk1f40wVAnISITnxohVZZRu68XCAs3AYF-0S9r5z3Kap60BUIbQnVw=s0-d-e1-ft#https://www.facebook.com/images/emoji.php/v7/f4c/1/16/1f642.png:) Agora voltarão a testar os seus conhecimentos, na Fase Regional, no dia 29 de abril de 2017, na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.
 
 

04 março 2017

Sibéria e o Aquecimento Global

Na última semana surgiram imagens de uma cratera, localizada na Sibéria, que tem crescer, segundo especialistas a um ritmo alarmante. A Visão apresenta uma reportagem onde poderás ver mais pormenores sobre esta temática.

03 março 2017

O mapa mundo que aprendemos na escola é uma farsa

A revista Visão aborda numa das suas últimas edições as questões relacionadas com as projeções cartográficas e com as deformações a elas associadas.

Aqui fica a reportagem: Visão

Observem estas duas imagens e comparem a área da Índia e da Gronelândia.

2016 - o ano mais quente desde que há registos

As alterações climáticas continuam na ordem do dia e têm sido muito frequentes as notícias que relatam novos recordes de temperatura que vêm sido ultrapassados. Desta vez, o insuspeito New York Times apresentou uma excelente reportagem sobre as temperaturas registadas no ano de 2016. Todos estes dados científicos têm vindo a refutar as ideias que os mais céticos tentam fazer chegar à opinião pública.

Para verem a notícia completa, basta seguir o link: NYT


20 fevereiro 2017

A viagem do DNA - A nossa origem


Aulas laboratoriais











Dias abertos FCUP


Aos alunos do 10º, 11º e 12º ano, a Faculdade de Ciências da U.Porto organiza a iniciativa Dias Abertos FCUP nos próximos dias 2 e 3 de março, para dar a conhecer os seus cursos e as suas saídas profissionais. Conhecer e participar em atividades de Ciência, contactar com a investigação de elevado interesse e prestígio, e adquirir informação  sobre as nossas áreas de ensino e investigação, são os objetivos desta iniciativa.
Para quem estiver interessado ou para mais informações, aqui ficam os contactos:
Telefone: 220402003

05 dezembro 2016

Dia Mundial da Ciência

No âmbito da disciplina de Físico-Química, os alunos do 7.º ano empenharam-se na elaboração dos trabalhos sobre os “Planetas do Sistema Solar”. Neste Dia Mundial da Ciência e Dia Nacional da Cultura Científica, as imagens revelam a criatividade dos nossos alunos, sem se esquecerem dos aspetos científicos de cada planeta. Parabéns pelos fantásticos trabalhos!





24 novembro 2016

Dia Nacional da Cultura Científica



Hoje dia 24 de novembro comemora-se o dia nacional da cultura científica.

Origem do Dia

Este Dia Nacional da Cultura Científica foi criado em 1996 em Portugal. Foi escolhido o dia 24 de novembro para a sua celebração pois foi neste dia (em 1906) que nasceu Rómulo de Carvalho, o professor de Física e Química responsável pela promoção do ensino de ciência e da cultura científica em solo nacional. Rómulo de Carvalho foi também poeta, sob o pseudónimo de António Gedeão.

Atividades

Neste dia realizam-se atividades nas escolas do país, como experiências científicas e trabalhos de grupo, para colocar depois em exposição. Também se organizam colóquios e sessões de divulgação científica nas principais cidades do país, para as populações terem mais contacto com as atividades e com os profissionais do mundo da ciência. Ver aqui

Celebrar a ciência e despertar o interesse por esta são os objetivos principais deste dia.

11 novembro 2016

O mundo como realmente é...

 
O planisfério que os alunos usam na escola e consta no Atlas não corresponde exatamente à realidade. Esse mapa, conhecido como projeção de Mercator, mostra a Antártida e a Gronelândia, por exemplo, de forma distorcida e desproporcional.
 
Um artista e arquiteto japonês desenvolveu uma representação que busca mostrar com precisão as proporções reais entre os países e continentes. A criação foi inspirada no origami, arte milenar japonesa de dobradura de papel.

O mapa se chama AutaGraph e seu autor, Hajime Narukawa, ganhou com a sua criação um dos mais respeitados prêmios de design do Japão, o Good Design Award, concedido pelo Instituto de Promoção de Design Japonês.